domingo, 26 de abril de 2009

O cão - jasmim.

Nesta casa houve um dia um cão chamado Gorkï.
Um cão que pedia para lhe serem postas gotas nos olhos porque tinha mimo.
Um cão que dormia em cima de nós.
Um cão que ocupava todo o sofá.
Um cão que lambia as nossas lágrimas.
Um cão que era a prova que Deus existe.
Um cão que morreu sem lhe poder dizer Adeus.






Nesta casa o Gorkï nunca morreu. Nunca foi esquecido. É hoje um cão-jasmim que todos respeitamos e onde nenhum dos outros cães ou pessoas que habitam esta casa ousam pisar. Cheira a Primavera. Cheira a alegria. Como sempre deverá ser recordado.




Está também na parede da casa que dá para o quintal que um dia foi dele e onde estava a figueira que morreu de desgosto e que muitos figos lhe deu a comer. Mas mais que isso está connosco através do seu filho Gandhi. Um monstrinho sem juízo, que arfa como se o mundo fosse acabar, que tem patas de rã e tanto amor para dar...





Enquanto aqui houver gente o Gorkï estará sempre presente. Faz parte da nossa família e é a nossa forma de lhe agradecer tudo aquilo que nos ensinou.

7 comentários:

  1. Olá!
    Que demonstração de grandeza de valores...e da linda recordação que o teu " menino" deixou ...
    Bem hajas
    Eu também sei o que é perder um amigo " peludo"...fica um vazio tão grande, nenhum outro é capaz de o substituir :=)

    beijocas para ti e para os teus " meninos"

    ResponderEliminar
  2. beuriful!

    Deus que o proteja, aonde ele estiver! amém!

    heheh... amei as patas de rã! amanhã passa lá no Black que tem presente prá vocês!

    bjus mil prá ti, Pepe, prá Alice e a doninha. A

    ResponderEliminar
  3. E foi muito amado de certeza!!

    E pelo filho, de certeza que era lindo!!

    Alias, no fundo são todos!

    ResponderEliminar
  4. Estou com os olhos cheios de lágrimas pelo seu cãozinho. Acho que todo mundo sabe a dor de perder um animalzinho. Pelo menos eu sei. Fui lendo o que você escreveu e fui me lembrando do Apollo, um boxer que ganhamos ainda bebê e que viveu conosco por nove anos. Como doeu a partida dele. E como ainda dói, mesmo depois de tantos anos.

    ResponderEliminar
  5. Adorei a tua ideia do jasmin, é mt bonito o q fizes-te :) Acho q td passaram ou passaram pelo mesmo, é uma ideia muito simpática, apesar de td :)
    Qt ao Gandhi, é mt fofo :D

    hugs and kisses from kikos world

    ResponderEliminar
  6. Olá,

    Muito obrigada pelo teu comentário no blog do Mike e da Brigitte! Foi o numero 2! Fico muito contente que tenhas gostado e que nos visites mais vezes :)

    Fiquei muito sensibilizada com este post sobre o Gorki, eu também perdi o Óscar, um grande amigo e pelo qual eu nutria uma amor sem fim...e eu tb acho que ele está sempre presente :) E protege-nos a todos para que corra sempre tudo bem! Tal como o Gorki vos protege a vocês :)

    Vou visitar-vos mais vezes!

    ResponderEliminar

frontpage stats
Pay Check Advance